Adaptando-se a falta de espaço

On 27 de novembro de 2013 by Lebeh Brecho

Com o grande crescimento das cidades e a falta de espaço pra comportar toda essa demanda, arquitetos quebram a cabeça para repensar e aproveitar qualquer espaço que encontram em meio ao caos urbano. Tem cada coisa incrível que nunca imaginaríamos que desse pra fazer…

 

x

Parasite Office, escritório ‘flutuante’ desenvolvido pela empresa russa Za Bor Architects para a competição na Bienal de Arquitetura de Moscou, em 2011.

x2

Por Yasuhiro Yamashita, arquiteto japonês mestre em construções ultra-minúsculas. Esta casa, com apenas 10 metros de largura, passa uma sensação expansiva com suas paredes translúcidas.

x3

Keret House, um espaço habitável que mais parece um sanduíche claustrofóbico, foi desenvolvido pela Centrala, em Varsóvia.

x4

Citadel é um complexo de apartamentos construído como palafitas, usando um projeto em que reduz o consumo de energia em até 25%. Pelo escritório holandês de arquitetura e urbanismo Waterstudio.

Fonte: ideafixa

Deixe uma resposta