Espelho, espelho meu…

On 19 de abril de 2012 by Lebeh Brecho

By Monica Sztokfisz (Consultora de Imagem)

Nossa aparência é formada por estatura, traços e formas.

A estatura é o tamanho de nossa estrutura óssea (que nunca irá mudar), é a medida de altura e larguras, uma boa dica é observar as circunferências de punhos e tornozelos, com isso dá para ter uma ótima noção se a estatura é média, pequena ou grande.

Traços são as linhas do nosso rosto (sobrancelhas, nariz, lábios e olhos), e essas linhas podem ser retas, angulares ou arredondadas.

As formas podem ser mais arredondadas ou mais retas, como os traços, mas o que realmente identifica uma forma são as curvas do quadril e dos ombros.

Há coisas na nossa silhueta que podemos mudar, como por exemplo, emagrecer, fazer ginástica, fazer plástica, mas tem coisas que nunca irá mudar como altura, proporção, e “algumas” circunferências. Então qual a solução? Se aceitar e ser feliz, e vestir a roupa certa para o nosso corpo!

A moda dispõe hoje de ótimas opções de tecidos, cores, texturas para valorizar o que gostamos e esconder ou mascarar o que não gostamos muito. Todos tem seu potencial e devemos explorar isso ao máximo!

Então vamos colocar em prática! O espelho tem que ser seu melhor amigo, seja honesta com ele, faça uma postura reta e bonita e veja aonde está o seu PESO VISUAL, que é o espaço no seu corpo que chama maior atenção (e que te incomoda mais), esse peso visual não tem nada a ver com quilos e sim com espaço.

Compare distâncias entre ombros, largura da cintura e quadril, veja onde está o maior espaço de todo seu corpo e com isso você poderá escolher o que usar para equilibrar e harmonizar sua aparência. A maioria das pessoas tem o peso visual na parte de cima (ombros, peito, pescoço) ou na parte de baixo (quadril, bumbum, pernas). Cheque o seu!

 

Dicas preciosas:

  • Se o seu peso visual é na região do quadril evite volumes nesta região, use tecidos mais escuros e lisos, sem texturas, e abuse na sua “parte magra”, que provavelmente é a parte de cima, aí sim você poderá usar volumes, cores e texturas, e isso tudo serve para o inverso. Nunca se esqueça de que, independente da sua silhueta, sempre temos algo bonito a valorizar! Atraia o olhar dos outros para o que você tem de mais bonito.
  • Cores claras, vivas e coloridas expandem visualmente.
  • Cores escuras, opacas e neutras retraem visualmente.
  • Texturas criam volumes na silhueta, cuidado!

 

Estampas maiores são mais indicadas para quem tem estatura maior, e estampas menores para quem tem estatura menor, e estampas médias ficam boas para quem tem estatura média.

 

 É isso. Nos conhecendo direitinho, podemos valorizar o que temos de melhor! O importante é se aceitar e ser feliz!

Postarei outros textos aqui no Blog da Lebeh. Aguardem!!!

 

Alguns produtos bacanas disponíveis na Lebeh

 

 

 

 

Sobre a Mônica Sztokfisz – Consultora de Imagem

 

É entusiasta com o universo da moda, do design e da arquitetura.

De múltiplas expertises, ela é designer de interiores e graduada em moda,asua grande paixão.

Sensível e observadora ama todas as épocas de transformações da moda, mas ama principalmente os anos 20, quando as pessoas contemplavam elegância, glamour esimplicidade – nos trajes e nas atitudes.

Antenada, ama se arrumar, comprar roupas, correr no parque, fazer pilates e sair com as amigas.

Para ela, ser feliz e independente nunca sai de moda!!!

 

Deixe uma resposta