Risqué: Sustentabilidade em Nome da Moda

On 26 de março de 2013 by Lebeh Brecho

Como sou viciada em esmaltes e tenho centenas deles, sei como eles endurecem rapidamente muitas vezes e logo têm de ser descartados.

Seja porque está acabando ou porque o esmalte ressecou, as embalagens acabam indo para o lixo comum e nós nem pensamos em possibilidades de reciclá-lo ou o quanto esses materiais podem prejudicar o meio ambiente.

Por isso, a Risqué lançou este ano o projeto Sustentabilidade em Nome da Moda, que pretende coletar estes vidrinhos que jogamos fora e não só reciclá-los, mas também transformá-los em energia.

banner_facebook

Foto: Reprodução 

Foi dada a largada da iniciativa este ano e por enquanto o projeto só alcançou a cidade de São Paulo.

A ideia é coletar vidrinhos de esmaltes que seriam jogados fora (de qualquer marca), mandá-los para a fábrica da Risqué e lá eles passarão por um processo de compressão que gerará energia para o funcionamento da indústria de cimento.

Ou seja, ao invés de várias substâncias químicas irem para um aterro sanitário e cooperarem para a contaminação do solo, elas serão reaproveitadas de forma inteligente, contribuindo para a geração de energia!

Infelizmente, como disse, a iniciativa por enquanto só está acontecendo em São Paulo.  Se você mora aqui, pode descartar os seus vidrinhos na loja de cosméticos Ikesaki, no bairro da Liberdade.

Dentro da loja, você encontra um vidrão gigante de esmalte Risqué para depositar seus esmaltes velhos!

coletor-esmaltes-risqueFoto: Reprodução 

É uma pena que há tão poucos postos de coleta, mas achei a iniciativa incrível!

Vamos encher o vidrão da Risqué?

Separei alguns esmaltes velhos aqui em casa que estavam indo para o lixo para depositar no coletor.

349

 355

Vamos ajudar!

 

 

Deixe uma resposta